30 setembro 2014

Auto-estima: entenda a importância de ser mais você

Altos e baixos
Auto-estima é como você se vê e se sente como pessoa. Quem tem auto-estima alta acredita ser alguém forte e que vale a pena, adequado para viver uma boa vida. Já no caso de baixa auto-estima existe o sentimento de ser inadequado e sem valor. Essa sensação pode começar na infância e continuar na idade adulta, causando um sofrimento emocional enorme. Por isso é importante desenvolver uma visão saudável e positiva de si mesmo.


O problema é que...
Muita gente baseia sua auto-estima em fatores externos, como quanto dinheiro ganha, quantos quilos pesa e o quanto é apreciada ou querida pelos outros. O resultado disso é encrenca na certa. Basta perder a namorada, ganhar cinco quilos de peso ou ter de trocar aquele cargo com salario alto por outro de remuneração menor... e a casa ou melhor, a auto-estima, vem abaixo.

Por isso mesmo...
Se você sofreu anos e anos achando-se uma falência pessoal ou profissional, construir uma auto-estima forte não é tarefa fácil.

E quem disse que era?
Vamos lá, arregace as mangas e mãos à obra. Para começar, faça um inventario, por escritório, de seus pontos fortes e de suas habilidades como ser humano. Isso vai possibilitar a você fazer as pazes com a pessoa que é e com o que você tem a oferecer ao mundo. Essa paz interior não significa desconhecer as próprias fraquezas, apenas quer dizer que você se aceita como é. E isso é um gesto e tanto de carinho!

Evite!
Prestar muita atenção na felicidade e no bem-estar alheiro e deixar de olhar para você mesmo. Manter a auto-estima em alta envolve estar completamente alerta para seus pontos fortes e encarar os desafios como oportunidades para aplicar tudo isso.

Se as emoções parecem ter força demais sobre você ou estão fora do controle, é hora de aprender a dominá-las, administrando seu humor. Algumas pessoas conseguem isso com a ajuda de amigos ou familiares. Outras necessitam do auxilio de um psicólogo ou terapeuta. E outras, ainda, passam a praticar meditação, duas vezes ao dia: isso aumenta a consciência do momento presente, aliviando a ansiedade, além de desenvolver a alegria pelas pequenas coisas da vida.

Para começar hoje!
- Não tenha receio de comemorar seus pequenos sucessos.
- Faça todo dia algo que o deixe feliz. Podem ser coisas simples como dançar, ler, descansar, ouvir musica, caminhar.
- De agora em diante, trate-se se com amor e carinho: não fale de si mesmo usando palavras pesadas ou negativas. E leve-se ao cinema, sentindo prazer com a companhia de alguém tão especial: você.
- Mantenha sempre a sua auto-estima elevada, independente dos aplausos dos outros.
- Nunca meça sua importância com os valores que os outros lhe dão.
Lembre-se: aprender a se conhecer e a acreditar em si é
um longo processo, que vale muito a pena.

E vocês pessoinhas, como vocês lidam com sua auto-estima? Tem dias que eu fico estressada, começo ficar com tontura, dai eu paro o que estava fazendo mil coisas ao mesmo tempo, e depois volto aos pouquinhos. É importante se dar bem com auto-estima e também com a saúde, né???

Vamos nós cuidar bem!!!

Beijinhos.

Nenhum comentário

Postar um comentário